Sugestão de tipos de vinhos para servir com peixes e frutos do mar

A regra “peixe com vinho branco” é uma boa pedida, no entanto, os rosées também podem combinar

Assim como os vinhos brancos, os frutos do mar são diferentes entre si. Classificamos como frutos do mar os peixes, moluscos, crustáceos e todos os seres aquáticos. Quando pensamos em qual o vinho devemos combinar, além do tipo de fruto do mar que será servido é preciso considerar a intensidade dos temperos utilizados e forma de preparo, para fazer uma boa harmonização.

Antes de escolher qual vinho será degustado durante o almoço ou jantar é preciso ter em mente qual prato será servido. Depois disso, pense na harmonização dos sabores.

A sugestão é que quanto mais intenso o prato, mais forte deve ser o vinho. Pratos delicados pedem vinhos leves; pratos bastante temperado e com molhos ricos, pedem vinhos estruturados. A acidez pode neutralizar a gordura, então, para pratos mais gordurosos, o ideal é degustar vinhos mais ácidos.

As carnes delicadas, como os peixes brancos, pedem um vinho branco leve, podendo ser um Sauvignon Blanc ou um espumante bem estruturado.

Vinhos rosés, podem ser uma boa opção para as mariscadas de verão. Opte pelos mais secos, para acompanhar mariscos preparados com molhos.

Na hora de harmonizar um bom vinho com lulas, polvos e mexilhões aposte, também, nos brancos leves.

O risoto de lagosta é um prato bastante sofisticado que pede vinhos brancos mais encorpados.

Os peixes grelhados combinam bem com os vinhos rosées.

O peixes de carne escura e com temperos fortes, combinam bem com o vinho Merlot, que contém pouco tanino (substância presente na casca da uva).

A escolha correta do vinho para acompanhar o prato precisa ser equilibrada. Desta forma agregará valor aos sabores. O mais importante é ter em mente que um item jamais pode anular o outro.

De acordo com a Chef Cleide Moraes, os vinhos verdes portugueses são os melhores do mundo para acompanhar frutos do mar.

“O vinho verde é a bebida mais deliciosa que existe para servir com peixes e mariscos”, afirma Cleide”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

X