Vagas de educação em tempo integral

Vitória abre 4,2 mil vagas de educação em tempo integral nas escolas

A semana começa com uma boa notícia para quem estuda na rede pública de ensino de Vitória. A Secretaria Municipal de Educação (Seme) anuncia 4.287 vagas para atendimento em tempo integral em 79 unidades de ensino.

Estão sendo ofertadas 1.742 vagas em tempo integral para 36 Centros Municipais de Educação Infantil (Cmeis) e 2.545 em 43 Escolas Municipais de Ensino Fundamental (Emefs). As atividades escolares estão previstas para terem início no dia 20 de março.

A chamada e o início do atendimento acontecerão a partir desta quarta (22), período em que as famílias deverão comparecer à escola para preencher ficha cadastral. O Conselho de Escola e a equipe escolar de cada unidade de ensino fará a análise e a avaliação do cadastro e divulgará o resultado no dia 16 de março. A partir daí, as famílias têm até o dia 17 de março para assinar o termo de adesão e compromisso.

Informações

Informações a respeito do atendimento em tempo integral na rede municipal de ensino devem ser obtidas na própria unidade de ensino ou pelo telefone 3235-2882.

Entregas

Duas entregas ampliaram o número de vagas na rede municipal para o ano letivo de 2017. É o novo prédio da Emef Prezideu Amorim, que fica no bairro Bomfim, e que passa a ter capacidade de atendimento para cerca de 600 alunos. Isso significou 250 vagas a mais.

O destaque fica também para o novo prédio do Cmei Padre Giovanni Bartesaghi, em Santo André, cuja capacidade de atendimento passou de 300 para 550 vagas.

Currículo

A secretária municipal de Educação, Adriana Sperandio, destacou ainda o avanço da qualidade da Educação, considerando que 2017 é um ano de intensa implementação do currículo, tanto na educação infantil quanto no ensino fundamental, incluindo a modalidade Educação de Jovens e Adultos (EJA).

O documento é fundamental para desenvolver as políticas educacionais e, pela primeira vez, contém os objetivos de aprendizagem por disciplina e série, cumprindo entrega estabelecida no plano estratégico de governo.

“O currículo é um eixo estratégico porque ele vem colocar a pauta da aprendizagem como tema central e o coração de toda ação educativa na escola. Nós contamos com a efetiva participação dos profissionais da rede municipal de ensino, em especial do magistério, durante a construção desses documentos. Essa construção contou com um processo de formação que potencializou a docência nas nossas unidades de ensino e a fez caminhar com mais qualidade ainda no atendimento educacional que nós oferecemos na cidade”, comentou.

Decreto

O decreto 16.637/2016, que institui o Programa Educação Ampliada na modalidade Educação Integral com Jornada Ampliada, e a portaria Seme 006/2017, que estabelece critérios para o acesso de crianças e adolescentes ao atendimento, serão publicados no Diário Oficial desta terça-feira (21).

Tempo integral

A modalidade Educação Integral com Jornada Ampliada pressupõe o desenvolvimento de atividades complementares de experimentação e orientação pedagógica, cultura e artes, esporte e lazer, educação ambiental e de Direitos Humanos, comprometidas com a formação cidadã. A ideia é que as atividades e oficinas integradoras sejam desenvolvidas dentro do espaço escolar, ou fora dele, com destaque para o reconhecimento e valorização do entorno, bem como a utilização de outros espaços e equipamentos da cidade.

Atendimento

Serão atendidos os estudantes regularmente matriculados e frequentes em situação de vulnerabilidade e risco social, contemplados por programas de transferência de renda e considerando aspectos objetivos de âmbito social, de saúde, exposição às violências e situação escolar descritos em instrumento próprio.

Mas as crianças e os adolescentes que não estiverem contemplados nos programas de transferência de renda, mas identificados pela Rede Socioassistencial como perfil de beneficiário, poderão ser cadastrados para o atendimento na unidade de ensino.

Oferta

O quantitativo de vagas disponibilizado anualmente para o atendimento é indicado pela própria unidade de ensino, considerando sua capacidade física. E o processo de inscrição e análise/avaliação é realizado anualmente, instituído por portaria da Seme.

Cronograma
Etapa Data Responsável
Divulgação da portaria 21/02/2017 Seme Central

Inscrição na unidade de ensino com preenchimento de ficha cadastral

22/02/2017 a 07/03/2017 Equipe escolar
Análise e avaliação de cadastro 08 a 15/03/2017 Conselho de Escola e equipe escolar
Divulgação do resultado 16 e 17/03/2017  Unidade de ensino
Assinatura do Termo de Adesão e Compromisso Família
Início das atividades 20/03/2017 Unidade escolar 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

X