Você sabe o que é independência financeira?

Aposentado Rico

Por Rafa Neto | Aposentado Rico

Independência financeira e aposentadoria antecipada fazem parte de um movimento mundial

O conceito de independência financeira (chamado de FIRE – Financial Independence, Retire Early) nasceu nos EUA no fim da década de 80, e transformou-se num movimento mundial cujo objetivo é a independência financeira e a aposentadoria antecipada. A iniciativa ganha força dia após dia, através de informações compartilhadas livros, vídeos, cursos e blogs.

Quem busca atingir o F.I.R.E. trabalha e ajusta sua vida para maximizar a taxa de poupança, encontrando maneiras de aumentar a renda e/ou diminuir as despesas, e aprendendo a investir em ativos financeiros mais rentáveis, ao mesmo tempo minimizando o risco.

O objetivo final é acumular ativos (ações, fundos imobiliários, imóveis etc) até que a renda passiva resultante (proveniente de investimentos) gere dinheiro suficiente para as despesas de vida!

Mesmo que se aposentar jovem não seja necessariamente sua meta – ou você está hoje em um trabalho que definitivamente não paga o suficiente para economizar – há muitas dicas práticas a serem tiradas do F.I.R.E. que ajudarão você a economizar e gerenciar seu dinheiro.

Confira algumas delas!

DICA #1: Faça do economizar a prioridade número 1 na sua vida!

A maioria das pessoas trata a poupança como o que sobra depois que todas as despesas mensais são pagas. Reverta isso e invista suas economias primeiro. Pague-se sempre antes de qualquer outra pessoa. Se hoje você gasta mais de 80% da sua renda com despesas, diminua seu padrão de vida a partir de AGORA. Porque com esse nível de consumo, você não conseguirá enriquecer.

Corrida dos Ratos – Pai Rico, Pai Pobre – Se reconhece nesse ciclo?

A figura acima representa a corrida dos ratos, definida por Robert Kiyosaki em Pai Rico, Pai Pobre. O autor descreve o padrão na gestão do dinheiro em que as pessoas com mentalidade pobre estão normalmente presas: trabalhar mais, para ganhar mais dinheiro, para consumir mais.

Interrompa esse ciclo e comece a enriquecer!

DICA #2: Rastreie todos os seus gastos e saiba para onde vai seu dinheiro

Os seguidores do F.I.R.E. acompanham o que gastam “tim tim por tim tim“. Você deve saber para onde vai cada real seu, a todo o momento!

Aqui no Aposentado Rico utilizamos uma planilha de Orçamento Doméstico, para rastrear todos os seus gastos, bem como todos os investimentos. Ela fornece um resumo de todas as receitas, despesas e investimentos em uma tela única. Você também pode usar apps no celular, como o Guia Bolso. Porém preferimos o Excel, porque abre em qualquer computador, e nunca vai sair do ar. 

DICA #3: Ajuste seu estilo de vida

Muitos de nós socializamos em torno da comida, em festas ou bares. Nós comemos fora e bebemos com os amigos como entretenimento. É um comportamento socialmente aceitável e difícil de mudar.

Por do sol na praia – não custa nada!

Iniciantes no F.I.R.E. podem pensar em organizar confraternizações de forma mais barata. Por exemplo, caminhadas, passeios de bicicleta, praia, jogos de tabuleiro e shows em parques, são gratuitos. Juntar os amigos em casa para festejar costuma ficar mais barato do que sair para uma boate ou bar.

Comece abordando soluções para comer e beber fora, como refeições feitas em casa ou confraternizar na casa de alguém. Seja criativo: que tal uma sessão de Netflix com os amigos, em que cada um traz uma comida ou bebida? Isso evita desperdícios, além de taxas de consumação em bares e boates (que são MUITO caras), por exemplo.

Se você sair para beber, leve dinheiro suficiente para apenas um ou dois drinks. DEIXE O CARTÃO DE CRÉDITO EM CASA! Sempre que possível, evite pedir comidas ou petiscos. Se você for para um jantar, peça um aperitivo somente ou consiga um jantar e uma bebida a preços razoáveis, através de cupons ou promoções (Groupon/Peixe Urbano). Por incrível que pareça, ainda existem promoções bacanas no Groupon! Se um amigo oferecer pagar por um jantar, não precisa ser indelicado, mas sugira um local menos caro, afinal, você também dá valor ao dinheiro dele, correto?

Se você precisar de mais motivação para reduzir as refeições e beber fora, basta olhar o quanto você gasta por mês em restaurantes e bares no seu Orçamento Doméstico. Para o que custa um copo de vinho com o jantar em um restaurante, você provavelmente poderia comprar uma garrafa inteira. Faça as contas!

DICA #4: Rastreie todos os seus gastos e saiba para onde vai seu dinheiro

Corte seu próprio gramado, limpe sua própria casa, passeie com seu cão e faça o seu próprio almoço em vez de ir num restaurante caro. Quando você paga por conveniência, você está gastando dinheiro que poderia ser poupado.

Você sabia que uma ação do Itaú (ITSA4), custa menos que uma pizza?

Em vez de pagar uma carona até o aeroporto, peça a um amigo para levá-lo e prometa pagar o favor quando viajar. Troque serviços de pet care. Ajude o filho do seu vizinho com o dever de casa, se ele o ajudar a pintar a garagem. FAÇA TROCAS DE SERVIÇOS!

Aprenda a mudar seu próprio óleo, conserte seu próprio vazamento de pia e repare sua própria mesa. Existem milhares de how-to’s ensinando como fazer esse tipo de reparo, no Youtube.

Ação ITSA4 – Vai uma pizza aí?

Quando você muda suas prioridades de dinheiro para financiar suas economias primeiro, você terá menos para gastar em conveniência, e fazer as coisas sozinho vai aliviar a dor de pagar alguém para fazer as coisas por você.

DICA #5: Compre de forma inteligente…

Sabe aquele negócio de ir ao shopping com a família, pra se divertir? ACABE COM ESSE MAU HÁBITO! Elimine essa associação entre compra/consumo com o prazer, na sua vida e na de sua família, tanto online quanto nas lojas. Não compre coisas apenas porque são um bom negócio; compre apenas o que você precisa e vai realmente usar. E ter um dia ruim não é uma desculpa para fazer compras compulsivas.

Criar inconscientemente essa prática – associar a eliminação de dores e frustrações através de consumo – é justamente o que o “sistema” quer.

Fuja desse tipo de hábito – ele só faz sua família mais pobre.

Quer alternativas? Vamos lá! Você pode comprar livros em sebos (eu faço isso muito). Um que gosto bastante é o Estante Virtual. Esse site é fantástico, você encontra livros atuais e também edições antigas, de colecionador! Vá em brechós antes de comprar algo novo. Comprar através do OLX ou no MercadoLivre normalmente gera MUITA economia. Organize uma troca de roupas com seus amigos/amigas ou na escola de seus filhos. Uniforme escolar é muito caro e as crianças crescem rápido! Nunca compre roupas novas para uma ocasião de uso único, como um casamento, roupa de frio quando você mora em um clima quente ou o contrário. Em vez disso, tente emprestar o que você precisa ou fazer devido com o que você já tem.

DICA #6: Eduque suas crianças para o consumo consciente

O custo total estimado para criar uma criança desde o nascimento até os 24 anos (pagando uma faculdade particular), no Brasil, é de cerca de R$ 1 milhão de reais. Dependendo do tipo de curso escolhido pelo jovem, esse valor pode facilmente dobrar.

Cabe a nós, pais, perguntar por que as crianças custam tanto. Quem não viu uma criança brincar mais com uma caixa de papelão, do que com o brinquedo que veio nela?

Sem dúvida, as crianças vão custar dinheiro. Não é de surpreender que, quando falamos de independência financeira, muita gente pense em não ter filhos, porque teoricamente tê-los comprometeria sua jornada financeira.

A saída está em criar filhos financeiramente responsáveis. Pouca gente sabe, mas entre 0 e 12 anos, os filhos são espelhos dos pais, ou seja, faça diferente e veja o resultado quase que instantaneamente. Eles realmente não precisam atualizar seu telefone toda vez que a Apple lança um novo iPhone, nem precisam de brinquedos caros, roupas de grife ou os mais recentes video games.

Faça um programa de qualidade com seus filhos

O que as crianças realmente valorizam, é uma coisa que não tem preço, nem se pode comprar: tempo de qualidade com os pais. Sendo assim, fica a dica: em vez de comprar tudo para seus filhos ou filhas, passe algum tempo com eles. Brinque. Desenhe. Faça programas de qualidade. Mostre o mundo. Leia histórias. Ame-o de forma verdadeira. Entre no seu mundo de imaginação, em que tudo é possível, sem gastar nem um R$1,00.

Que comportamentos você tem tido com relação ao dinheiro? Pois é, seu filho(a) será exatamente igual a você, quando adulta.

Pense nisso!

DICA #7: Sim, você ainda pode viajar – mas faça isso com mais planejamento

Não há lugar como a casa da gente, quando se trata de ficar dentro do orçamento familiar. Mas quem quer fazer isso quando há um mundo inteiro esperando para ser explorado?

Nós adeptos do F.I.R.E., viajamos e ficamos com amigos ou parentes, fazemos trocas de casa e usamos opções como Airbnb e outras, para ter descontos. Viajar fora de época, também é uma excelente opção, em que você gasta menos na hospedagem, na alimentação e muitas vezes também nos preços de ingressos de atrações.

Outra dica: utilize o cartão de crédito e juntar milhas, pagando todas suas contas através dele. Hoje em dia eu pago até a escola da minha filha e o IPTU dessa forma! Com as milhas, você consegue viajar sem pagar absolutamente nada, apenas as taxas aeroportuárias.

Viajar pode ser MUITO mais barato, se você exercitar sua criatividade. Faça desse plano uma atividade em família, pode ser muito divertido!

Conclusão…

Ao seguir as regrinhas acima, você vai certamente minimizar o impacto do consumo desenfreado, na sua vida financeira. E poderá iniciar o caminho para a independência financeira, em muito pouco tempo. Falo por experiência prática!

Para enriquecer de verdade, através do seu próprio trabalho, você precisa colocar os seus sonhos acima do consumo. E a independência financeira é um desses sonhos, plenamente atingíveis, por qualquer um que escolha desenvolver sua inteligência financeira e aprender a investir.

Curtiu? Ficou com dúvidas? Entre em contato, terei o maior prazer em lhe ajudar a planejar e implementar suas estratégias de investimento para o longo prazo.

Ao sucesso!

Sobre o autor:

Rafael Netto mora em Vitória – ES, é investidor no mercado de capitais há mais de 10 anos, palestrante, coach financeiro, além de marido da Leila e pai da Maria Luiza. além de amante da vida e de fazer o bem!

Instagram: @aposentadoricobr

Leia também: Quem tem poder não tem limites

4 thoughts on “Você sabe o que é independência financeira?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

X