Ansiedade pode ser tratada com sessões de psicanálise

Por Georgia Noronha

O Ministério da Saúde divulgou o resultado de uma pesquisa realizada, demonstrando que “os sintomas de ansiedade e depressão afetam 47,3% dos trabalhadores de serviços essenciais durante a pandemia de Covid-19, no Brasil e na Espanha. Mais da metade deles — 27,4% do total de entrevistados — sofre de ansiedade e depressão ao mesmo tempo. Além disso, 44,3% têm abusado de bebidas alcoólicas; 42,9% sofreram mudanças nos hábitos de sono e 30,9% foram diagnosticados ou se trataram de doenças mentais no ano anterior a uma pesquisa coordenada pela Fiocruz, e feita em parceria com outras instituições” (Fonte: www.unasus.gov.br).

Conforme o psicanalista Jorge Abreu, não se sabe quais são as reais causas da ansiedade. Conversamos com ele para entender um pouco mais sobre o assunto. Confira:

O que você entende por ansiedade?

Ansiedade é um mecanismo cerebral, uma defesa que alerta o indivíduo sobre situações adversas e desconhecidas. Entretanto, a ansiedade não tratada, em excesso, pode ter efeitos contrários, desastrosos, causando adoecimento e paralisação do sujeito, tornando-se patológica. A ansiedade se mostrou um dos problemas psicossociais que mais cresce e afeta a humanidade na atualidade, principalmente nas relações familiares e sociais. Assim, ela está sendo considerada o mal do século, sendo causada e agravada pelos fatores cotidianos que todos nós enfrentamos: trabalho, trânsito, estudos, família, tecnologias, redes sociais, nós mesmos etc.

Quais são as causas da ansiedade, mais comuns?

Não se sabe as causas da ansiedade com exatidão, nós nascemos com ela e ela se desenvolve ao longo da vida. Porém, há fatores que predispõem ou podem influenciar diretamente um indivíduo a desenvolver um transtorno de ansiedade, tais como: Genética, ou seja, o histórico de transtorno de ansiedade na família; traumas passados, como a perda de um ente querido ou acidentes marcantes; problemas na infância; doenças físicas; abuso de drogas, álcool ou medicação; divórcios, separação e perdas em geral; família, filhos; dinheiro; trânsito; medos, entre outros.

Como a ansiedade pode ser tratada?

Não há um tratamento específico para a ansiedade, porém ela pode ser controlada. A psicanálise pode e vai contribuir de forma significante no transtorno de ansiedade, através de seu método de investigação do inconsciente e dos conflitos psíquicos que causam angústia e sofrimento.

O que a pessoa com ansiedade deve procurar fazer para se manter mais calma?

Adotar um estilo de vida mais saudável para prevenir e reduzir a ansiedade, assim como a mudança de hábitos diários, dentre eles uma boa alimentação, hidratação adequada (tomar bastante água, já que a água é um excelente ansiolítico natural), a prática de atividade física ao ar livre, a meditação, o ato de perdoar, o bom convívio familiar e social, a leitura de bons livros, entre outros.

É necessário tomar medicamento?

A ansiedade pode ser controlada por meio da investigação psicanalítica através do inconsciente, levando o indivíduo a conhecer as causas da sua ansiedade e ressignificá-las. Entretanto, existem casos extremos em que a ansiedade se torna um transtorno descontrolado e generalizado, fazendo o sujeito se isolar, ter medos extremos, dificuldade de comunicação e expressão e paralisar. Pode, também, causar prejuízo familiar, no ambiente de trabalho, social e a si mesmo. Nesses casos, faz-se necessária a intervenção medicamentosa, prescrita por um médico habilitado.

Sobre Dr. Jorge Abreu

É sócio diretor da Escuta Terapêutica, psicanalista clínico, terapeuta, coaching, PNL, neurocientista, neuropsicopedagogo, psicopedagogo e especialista nas áreas de ansiedade, família, idoso, criança, casais, autismo, síndromes, transtornos, florais, medo em geral, angustias, entre outras.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!
X