COMO QUEBRAR A CORRENTE E CRIAR CONDIÇÕES PARA COMPETIR

Por Ademilson Mota

Na escuridão até a nossa sombra nos abandona e o mesmo acontece com as empresas endividadas. Ela perde seu dinamismo por comprometer seu capital de giro e começa a descarrilhar em direção ao abismo.

As prioridades mudaram e todos precisam aumentar seu faturamento para o negócio não afundar. Melhorar a qualidade dos produtos e recompor os serviços para conservar os preços, poderá ser uma saída básica para o momento. Entretanto, muitos empresários estão demovidos para o endividamento que converte para a insolvência do negócio.

Certamente, existem condições para prover a recuperação de forma mais simples. Muito embora, a maioria dos empresários se afincam em dívidas e passam a sustentar o negócio por meio de empréstimos que, a longo ou médio prazo, comprometem severamente o seu capital de giro.

Um negócio tem que ser interpretado como um corpo vivo que necessita de musculatura para sustentar a estruturar de sobrevivência no mercado.

O capital de giro pode ser visto como essa musculatura responsável pela sustentação competitiva empresarial. Quando comprometido, a estrutura do negócio fica fragilizada e sem solidez. Logo, surgem os efeitos da obsolescência que evoluem em velocidade progressiva para o declínio.

O capital de giro é o saldo positivo do caixa da empresa, o qual será o responsável pela dinâmica de funcionamento das operações do negócio. Sem recursos para afincar a sustentação destas operações, ocorrerá o atrofiamento gradativo da musculatura e a falência será inevitável.

Quando a empresa desapossa da sua capacidade operacional e o empresário busca alternativa na contração de endividamento, naturalmente poderá ocorrer o espírito monóculo do negócio, o qual acarreta um esmorecimento de áreas vitais que são necessitarias para fomentar a competitividade empresarial.

No espírito monóculo todas as energias do negócio são concentradas em um ponto de atenção e no caso do endividamento, pagar as dívidas toma o lugar central do empreendimento.

Desse modo, o foco empresarial se prende para direcionar todo os esforços do negócio aos clientes e assim, a focagem tática fica míope sem excitar outros processos importantes na área do negócio e o esforço aplicado incide apenas para enxugar gelo. 

Quando chegar essa situação será necessário quebrar a corrente e criar condições para competir. Certamente, que o cliente é a visão mais importante nesse processo. Porém, não poderá ser a única prescrição direcionadora de um bom resultado.

No negócio você não obtém o que merece, você obtém o que você negocia. A fomentação do capital de giro que indica a saúde financeira da empresa, será proveniente das premissas de boas negociações.  Não basta vender é necessário ter lucro compensador e nesse caso, o processo de compras é fundamental para o sucesso e competitividade de qualquer empresa.

Os fornecedores são relevantes nessa questão, porque se a empresa não conseguir bons preços de compra, os produtos tendem a ficar mais onerosos e propícios a se tornar obsoletos causando prejuízos.

Seguramente, os estoques são fatores determinantes para o sucesso ou fracasso do negócio, consequentemente, há necessidade de investir em mix de produtos atraentes, para ampliar a base de clientes.

Melhorar a qualidade dos produtos visa garantir esse ateio. Sendo que umas das melhores formas de mineração de mix é obtida através de um alinhamento da percepção com o concorrente, o qual sempre projeta informações substanciais no ambiente.

Mesmo entendendo que suas direções são diferentes, existe paralelismo entre suas linhas quando o ponto comum é a exploração de mercado. Através das projeções do concorrente, será possível encontrar produtos com maiores margens de lucros e melhores propostas de circulação.

Embora, no primeiro momento, parece ser assustador esse alinhamento de percepção, mas é imprescindível para galgar força de retomada nas ocasiões de incertezas. São instantes para analisar, adaptar ao contexto, ativar os benefícios e avaliar constantemente os procedimentos para conseguir quebrar a corrente e criar condições para competir.

A gestão do negócio deve ter uma visão triangular abrangendo tanto os clientes, como fornecedores e concorrentes. Mas, quando o endividamento assume o foco central do negócio, compromete severamente o seu capital de giro e atrofia a musculosidade que sustenta a estrutura do empreendimento e a insolvência do negócio é inevitável.

O capital de giro tem em sua genética o poder de transferir sua potencialidade de cimentação para as três visões do negócio, ou seja, clientes, fornecedores e concorrentes.

Caso a empresa comprometa todo seu investimento no cliente, faltará recursos para buscar produtos inovadores no fornecedor e não conseguirá acompanhar as novidades da concorrência. Assim, terá estoques de produtos obsoletos, arcaicos e de baixa rotatividade.

O resultado não será apenas prejuízo financeiro, mas certamente, também falência do negócio.

Uma estratégia de negócio de sucesso entende que os clientes serão fidelizados aos produtos apenas se seu orçamento permitir. Do mesmo modo, os fornecedores desejam que comprem seus produtos dentro ou acima da média e honrem com seus compromissos. Por fim, seus concorrentes esperam que você erre para que eles tenham sucesso.

Sendo que a maneira mais fácil de errar é exercitar de forma inadequado os atributos que estruturam o negócio.

Então não erre, porque na escuridão até a nossa sombra nos abandona e o mesmo acontece com as empresas endividadas, ela perde seu dinamismo por comprometer seu capital de giro e começa a descarrilhar em direção ao abismo, o qual será o estertor da morte do negócio e sendo o local onde ninguém deseja chegar.

2 thoughts on “COMO QUEBRAR A CORRENTE E CRIAR CONDIÇÕES PARA COMPETIR

  1. Rodney Louback Rohr says:

    O mercado necessita de bons empreendedores que estejam atentos aos seus produtos e possam torná-los obsoletos com olhar em novos produtos que agreguem valor ao cliente. Torne o produto que você oferta obsoleto, antes que o concorrente o faça.
    Traga a bordo as variáveis que impactam seu negócio naquele instante, para tornar a musculatura robusta.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!
X