Faculdade oferece atendimentos de saúde gratuitos à comunidade

Serviços de Fisioterapia são voltados para adultos e crianças com alterações neurofisiológicas, dores crônicas e nas articulações, limitações dos movimentos, dentre outros.

A Faculdade Estácio, localizada em Jardim Camburi presta vários tipos de atendimentos gratuitos na área de saúde, no campus de Vitória. Os serviços incluem ações focadas em saúde da mulher, dores crônicas, neurologia, fisioterapia infantil, saúde coletiva, entre outras.

Os atendimentos são coordenados pela equipe de Fisioterapia da faculdade, com a participação dos alunos, sob a supervisão dos professores, segundo explica a coordenadora do curso de Fisioterapia, Geórgia Vital dos Santos Rocha.

O atendimento neurofuncional, por exemplo, é voltado para pacientes com algum tipo de comprometimento neurológico com impacto motor. Um exemplo é o paciente Julimar Gonçalves Vermelho, 65. Após sofrer um AVC, ele se submete há três anos a sessões de Fisioterapia na Estácio visando melhorar seu equilíbrio, força muscular e mobilidade no dia a dia.

“Com o tratamento, hoje ele ganhou mais independência e consegue fazer sozinho atividades que não conseguia antes, como tomar banho e subir e descer escada”, conta sua esposa Maria Auxiliadora Moreira Vermelho, 60. Ela mesma também já foi paciente do serviço há alguns anos, quando torceu o pé e teve dificuldades nos movimentos. “Hoje já uso salto e ando bem nas calçadas sem sentir dor”, relatou.

Uma das novidades no atendimento da neurologia é o uso do jogo Xbox para desenvolver habilidades motoras. O professor Juliano Martins Arruda explica que o uso do recurso da realidade virtual, por meio dos jogos, é uma forma de tornar a repetição de exercícios comum na fisioterapia menos monótona.

“A realidade virtual tem como objetivo proporcionar a interação, motivação e prazer na prática dos exercícios para as mais diversas finalidades, sendo desta forma um novo recurso para contribuir para a reabilitação de pacientes neurológicos “, explica Juliano.

Segundo Juliano, o perfil dos atendimentos da neurologia é formado por pacientes que passaram por AVC, Parkinson, lesão medular, traumatismo crânio-encefálico, dentre outros problemas. “Alguns chegam de cadeira de rodas e têm que reaprender a andar. Temos como objetivo no tratamento destes pacientes atingir o máximo de independência funcional “, salienta o professor.

Os agendamentos dos serviços podem ser feitos pelo telefone (27) 3395-2929. A quantidade de vagas é definida de acordo com o número de alunos participantes dos projetos e, semanalmente, podem ser realizados cerca de 80 atendimentos por semana somando todos os serviços.

Confira os serviços que podem ser agendados:

Saúde da Mulher/ Fisioterapia pélvica

Público: Gestantes, puérperas, mulheres mastectomizadas e com incontinência urinária, com queda de bexiga (prolapsos), mulheres na menopausa e que sofrem dor durante relação sexual.

Atendimento: Terça-feira, das 13h às 18h

Local: Consultório modelo

 

Fisioterapia Infantil

Público: Crianças de 3 meses a 10 anos

Atendimento: Segunda-feira, das 16h às 18h

Local: Laboratório de Cinesiologia e Biomecânica

 

Neurofuncional

Público: pacientes com alterações neurológicas

Atendimento: Atendimento a pacientes neurológicos, todos os dias pela manhã. E na quinta das 16 às 17h40.

Local: Laboratório de Cinesiologia e Biomecânica

 

Dor crônica

Público: pacientes com patologias severas que causam dor crônica nas costas, pescoço, tórax, trauma pós-operatório

Atendimento: Terça-feira, das 9 às 11h

Local: Laboratório de Cinesiologia e Biomecânica

 

Dores da articulação no ombro

Público: pacientes com patologias diversas que causam dores e limitações dos movimentos do complexo articular do ombro.

Atendimento: Sexta-feira, das 8h às 10h

Local: Laboratório de Cinesiologia e Biomecânica

 

Saúde Coletiva

Público: Homens e Mulheres com dores crônicas, lombalgia, cervicalgia, artrose, déficit de equilíbrio.

Atendimento: Segunda-feira, das 7h às 12hs, e quinta-feira, das 7h às 12h e das 13h às 18h

Local: Laboratório de Biomecânica

 

Fonte: P6 Comunicação

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

X