O caminho do sucesso com o trabalho de marketing multinível

Empresário investe em setor e dá dicas para quem quer empreender

Ter um trabalho onde não exista patrão, com ganhos satisfatórios e a possibilidade de criar uma rede de colaboradores é algo que muitas pessoas buscam através do marketing multinível, um setor que cresce a cada dia e promete ser a saída para quem quer ter sua própria renda.
O empresário Daniel Pincinara Azevedo (33 anos), mais conhecido como Russo, passou 14 anos trabalhando como empregado. Atuou nove anos como tenente do exército e mais quatro anos gerenciando a área de segurança da empresa Coca-Cola. Atualmente se considera patrão de si mesmo e trabalha com marketing multinível, uma estratégia utilizada por empresas para a venda de produtos que deixa de pagar funcionários, transformando o interessado no negócio em um pequeno sócio que passa a ser microfranqueado, representando o produto através da venda direta. “O microfranqueado pode criar uma cadeia de consumo e ter consumidores que compram com ele, pode ter vendedores que vendem por seu intermédio e líderes que desenvolvem seu time de vendas. Desta forma, as empresas pagam comissão sobre todo o produto comercializado, proporcionando uma renda residual ao interessado no negócio”, informa.
Após ser contratado pela multinacional Coca-Cola, no primeiro ano de trabalho, Daniel acreditava que estava no emprego dos sonhos. No segundo ano, o emprego já não o encantava mais. “Acredito que todos nós desejamos novos desafios. Eu comecei a me incomodar com a ‘comodidade’ de ter um emprego, que era bom, mas que tinha que seguir regras e horários, além do salário que era fixo”, comenta.
Em 2012 Russo iniciou seu trabalho de marketing multinível e passou a ler livros como “Quem pensa enriquece” (Napoleon Hill), “Pai rico, pai pobre” (Robert T. Kiyosaki), dentre outros. Tive acesso a frases como “se você quer ter uma vida diferente, faça algo diferente”. “Com a minha busca descobri que o importante não é o dinheiro, mas a valorização do tempo; nem trabalhar muito, mas produzir bem, e para isso é necessário se tornar empresário”.
Daniel fala que no mercado do empreendedorismo só ganha dinheiro quem é corajoso. “É preciso arriscar de forma planejada, ter um propósito e traçar um plano para conseguir alcançar o que se almeja. Meu papel é buscar a solução para quem tem um sonho e sou pago para isso”, pontua.
O empresário também atua na área dos cosméticos, onde firmou parceria com uma empresa multinacional e realiza o trabalho de marketing multinível. “Hoje tenho negócio em quatro estados: Curitiba, Bahia, Minhas Gerais e Espírto Santo. Não sou funcionário, sou um parceiro da empresa. Meu escritório está na mochila, é meu computador, minha agenda, um caderno e a minha vontade de fazer”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

X