O processo de separação ou divórcio pode levar a mulher experimentar a dor do luto

A mulher pode precisar de amparo durante o processo do divórcio e para recomeçar sua vida

A dor de amor está em novelas, músicas, imagens, poesias e outros meios culturais, no entanto, em um processo de separação ou divórcio, independentemente do motivo ou de como está a relação amorosa do casal, existem questões que a mulher que passa por essa situação gostaria de saber a resposta, para se fortalecer e sair da dor do luto. Alguns dos questionamentos podem ser: como conseguirei curar a dor da perda? Como e quando superarei o fim do relacionamento? Como vou sobreviver sem meu parceiro? Como faço para esquecer isso tudo? O que vou fazer agora?

De acordo com a Master Coach Márcia Freitas especialista em Inteligência Emocional, Training em autodesenvolvimento e Acadêmica de Psicologia, quando a mulher vivencia uma separação ou divórcio experimenta a dor do “luto” (a dor da perda), um processo que não deve ser interrompido e que é importante ser vivido, em seu tempo. Ela diz que quem está nesse processo passa por cinco fases, que podem ser identificadas e informa que as conhecer poderá tornar essa experiência menos dolorosa.

Marcia fala que a teoria das fases do luto é um modelo proposto pela psiquiatra Elisabeth Kuber-Ross em seu livro ” Sobre a Morte e o Morrer”, onde afirma que entre as cinco fases do luto estão a negação, a raiva, a barganha, a depressão e a aceitação. Ela conta que essas as fases seguem o luto pela morte de alguém querido, no entanto, são as mesmas que vivenciamos quando acontece a separação e o divórcio.

“Ao nos deparar com o luto somos confrontados com a finitude humana.  Experimentamos a perda como se fosse uma mudança de estado que inclui a privação da presença de alguém em nossa vida.  Observa-se uma dificuldade das pessoas em lidar com as manifestações da dor do luto, esperando que o enlutado passe por esse processo rapidamente. No divórcio as pessoas também esperam que você passe logo por esses momentos, o mais rápido possível, podendo ser intolerantes com a dor de quem perdeu o seu casamento, fazendo comentários do tipo: ‘você ainda sofre com isso?’ A sociedade quer que você seja feliz o tempo todo e não tolera a tristeza. Ao interromper esse processo de luto a pessoa perde a oportunidade de sentir, chorar e expressar-se como um ‘ritual de despedida’ que é preciso para que possa seguir em frente.  A tristeza que acompanha o luto é um sentimento que precisa ser vivido, caso contrário, o sentimento pode voltar tempos depois em forma de sintomas físicos ou problemas emocionais e de relacionamento. Cada um dá sentido à sua perda de forma diferente. Uns fazem uma música, pintam quadros, escrevem poemas, fundam uma ONG, entre outras ações. É necessário respeitar o que cada um faz com a sua dor da perda. O importante é viver esse momento entendendo que o luto é uma trajetória, uma caminhada em direção da reconstrução da sua nova vida sem seu par”.

Confira as cinco fases da dor do luto:

Fase da Negação: Negar que o acontecimento é a primeira reação ao vivenciar o divórcio. Pensamos: “isso não pode estar acontecendo comigo” ou “isso vai passar, é só uma fase”. Mesmo sabendo que o relacionamento acabou, você tem dificuldades em acreditar.

Fase da Raiva: Ao perceber que o fim do relacionamento é uma realidade começamos a sentir raiva de forma excessiva. Nessa fase é muito comum você fazer coisas do tipo, rasgar fotos, devolver presentes, partir pra agressões verbais, tirar satisfação, entre outras, que depois você poderá sentir vergonha ou arrependimento.

Fase da Barganha: Mesmo depois que você entendeu que o relacionamento acabou continua insistindo. Nessa fase, você promete “mundos e fundos” para ter a pessoa amada de volta. Se submete a qualquer coisa para aliviar a sua dor.

Fase da Depressão: Nessa fase, qualquer coisa faz você chorar. Constantemente o sentimento de culpa, baixa autoestima, derrota, medo e angústia são as suas companhias. Você começa a se perguntar: Porque? Onde errei? Nessa fase as vezes você precisará da ajuda de um profissional.

Fase da Aceitação: A aceitação não acontece de repente, vai acontecendo aos poucos. É a fase de fazer as pazes com você mesma, começa a entender o que aconteceu e decide seguir em frente.

Marcia comenta que criou um programa chamado “Recomeçar” para a restruturação da vida de quem está passando pela situação do divórcio e que deseja seguir a sua nova caminhada e que terá nova turma em março de 2021. Mais informações podem ser obtidas através do whatsapp 27 99919-1857 e do instagram @marciafreitascoach.

Sobre a Mentora:

Márcia Freitas é Mentora de Mulheres e Acadêmica de Psicologia Training em Auto desenvolvimento e Idealizadora do Programa Recomeçar.

Contato: (27) 99919-1857
Instagram: @marciafreitascoach

2 thoughts on “O processo de separação ou divórcio pode levar a mulher experimentar a dor do luto

  1. Marcos Renan says:

    Excelente!!! Márcia é incrivel!!! Apenas um adendo: aplico tudo isso ao homem divorciado tbm respeitando poucas ressalvas. Grande abraço. Marcos Renan.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!
X