Psoríase: uma questão de pele

A informação é importante para se combater o preconceito e o estigma que a psoríase carrega

Grande parte da população,  muitos pacientes e até profissionais da área da estética desconhecem a doença.

Existem doenças comuns mas pouco conhecidas por grande parte da população. A Psoríase é uma delas, uma doença crônica e inflamatória, que afeta principalmente a pele, causando lesões avermelhadas e descamativas, com causa desconhecida, mas pode se relacionar ao sistema imunológico, às interações com o meio ambiente e à suscetibilidade genética. A psoríase aparece nos joelhos, cotovelos, couro cabeludo, mas pode aparecer em qualquer local do corpo. Ela não é contagiosa.

O aparecimento das lesões podem ocorrer por causa de fatores como estresse, obesidade, tabagismo, ansiedade, remédios, entre outras questões.

Muitos portadores da doença são alvos de preconceito porque as lesões podem ser visíveis. A falta de informação clara sobre a psoríase leva ao preconceito. O portador costuma ter um quadro depressivo maior, tem dificuldade de se relacionar profissionalmente, afetivamente, se escondem por vergonha ou por causa do preconceito.

A psoríase pode ter um impacto significativo na qualidade de vida e na autoestima do paciente, o que pode piorar o quadro. Assim, o acompanhamento psicológico é indicado em alguns casos. Tomar sol, a mudança de habito alimentar, fazer exercícios físicos são fatores que impulsionam a melhora e até o desaparecimento dos sintomas, auxiliando na qualidade de vida do paciente.

“Ja fui alvo de preconceito em entrevistas de emprego, participei de todas etapas e depois não me chamaram. No momento da entrevista a psicóloga focava muito na psoríase. Como eu não tinha como provar a discriminação, acabei perdendo a vaga. Infelizmente o preconceito acontece sim”. (Neide F., Contadora)


Associação busca informações relativas à psoríase para apoiar portadores da doença

A Associação Nacional de Portadores de Psoríase, Psorisul, entidade sem fins lucrativos, fundada em 2001, na cidade de Porto Alegre (RS), busca informações relativas a doença, para levá-las até a população, sobre os tipos de Psoríase, tratamentos, matérias, reportagens, estudos realizados no Brasil e no exterior. Além disso, realiza pesquisas, palestras, debates e agrega profissionais na área da saúde para que juntamente com a associação, possam apoiar ao portador de psoríase na busca incessante de uma melhor qualidade de vida. A Psorisul reliza o cadastro de portadores ou parentes, levantando informações para realizar estatísticas em âmbido nacional e assim, ajudar diversas entidades em estudos para novos medicamentos e tratamentos, e também, através da Psoríase Brasil, exigir novas políticas de saúde pública para portadores de psoríase.

Contato: (51) 8501-8401
psorisul@psorisul.org.br
Site: psorisul.org.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

X